Notícias
Destaque

Trading esportivo: O que é e qual sua diferença com as apostas esportivas?

Entenda como é possível assistir ao seu campeonato favorito e ainda ganhar dinheiro com isso pelo trading esportivo.

As apostas esportivas ganham cada vez mais espaço no cenário brasileiro, com o maior desenvolvimento da legislação, agora, as atividades das casas de apostas se tornam mais norteadas. Com isso, os torcedores e apostadores do futebol têm maior segurança e diversão na hora de lançar seus palpites. Porém, o que muitos não sabem é que existe uma modalidade dentro do mundo das apostas esportivas que é considerada até um “investimento”, esse é o trading esportivo.

Similar à maneira de apostar, mas que exige maior seriedade daquele que opera com esse mercado, o trader esportivo opera sobre a “bolsa esportiva”, ao contrário das apostas esportivas que estão ligadas a uma casa de apostas. O que é realmente parecido entre os dois, é poder ganhar dinheiro enquanto torce para um time, do conforto de casa.

Se mostra uma boa opção para aqueles que pensam em renda extra ou até mesmo trabalhar exclusivamente com isso, o trading esportivo tem uma gama de recursos ao seu favor para alavancar dinheiro. Não se restringindo apenas às ações da “bolsa esportiva”, outros mercados neste âmbito favorecem o trader esportivo na hora de arrecadar dinheiro, entenda mais sobre o que é e como funciona essa modalidade do mercado do esporte.

como-ganhar-dinheiro-online-apostando

O que é Trading Esportivo?

Em primeiro lugar, é importante deixar claro que mesmo tendo semelhança com as tradicionais apostas esportivas, o trading esportivo é uma outra modalidade dentro do mercado do esporte, trabalhando de outra forma com as probabilidades. O trader esportivo é aquele que trabalha com a negociação de probabilidades em um evento, por exemplo no futebol, tem-se a compra e venda da probabilidade de um time ganhar ou perder, da quantidade de gols marcados ou até de cartões dados em jogo. Não apenas no futebol, mas o trader esportivo pode operar em outros esportes e outros mercados.

Num segundo momento, trading se trata de negociação, no mercado financeiro por exemplo, o trading trabalha sobre a compra e venda das ações de uma empresa. Este conceito aplicado no mercado esportivo se norteia para a compra e venda de probabilidade, diferentes das apostas, você pode ganhar ao momento que seu palpite vingar ou, senão, é possível vender a probabilidade na qual foi investido dinheiro.

Isso pode remeter ao “day trade” do mercado financeiro, onde a negociação é feita sob ativos financeiros e sua oscilação de valor durante o dia, o que distingue-os é que no mercado esportivo a negociação é feita no dia do evento e a oscilação de preços se dá durante o desenrolar da disputa. Em suma, o trader esportivo opera sobre as probabilidades de um evento, podendo vendê-las ou comprá-las, tendo lucro ou não com a oscilação de preços conforme o evento discorrer.  

É legalizado o trading esportivo?

Atualmente, a situação legislativa para o mercado esportivo e de apostas esportivas no Brasil encontra-se conturbada. A atividade se enquadra como “jogos de azar” para a legislação ainda em vigor, que se mostra errônea na interpretação, já que o trading esportivo necessita de análises aprofundadas e gestão de banca no momento que o investidor toma uma ação. 

Em suma, é irregular qualquer atividade desse gênero em território nacional, contudo, tanto as casas de apostas quanto os mercados esportivos que são hospedados em solo estrangeiro não são enquadrados como irregulares. Ou seja, ao apostar ou investir em um endereço eletrônico estrangeiro, não se está sujeito às leis nacionais, mas sim do país de hospedagem. Assim, a prática de trading aguarda maior regulamentação, por meio da nova Lei de Apostas.

Como se iniciar em trading esportivo?

Vale a pena lembrar em primeiro momento, que o trading esportivo se difere das apostas esportivas também em relação a rotação do dinheiro aplicado. Nas apostas, o dinheiro circula entre apostadores e casa de apostas, já no trading, o dinheiro circula entre os traders esportivos que estão ativos em determinado mercado e evento. De forma que, ser trader esportivo é estar aberto a maior liquidade de valores em negociação.

Agora, ciente disto, o primeiro passo para começar enquanto trader esportivo é se cadastrar em uma bolsa esportiva, existem algumas a disposição pela internet, sempre averiguando se existe número de cadastro disponível nas plataformas, para garantir maior segurança. O segundo passo é realizar o primeiro depósito na plataforma, afinal, sem saldo não é possível realizar nenhuma ação. E, em sequência, a maior recomendação é estudar o mercado que mais se alinhe aos objetivos do trade esportivo, já que os mercados variam em volume e complexidade, o que exige certo empenho e dedicação para começar.

Noções básicas, vantagens e desvantagens do trading esportivo

Praticamente, os dois principais elementos que apoiam as negociações de um mercado ou bolsa esportiva, são o “back” e o “lay”. O primeiro é quando se faz um investimento favorável a um evento dentro do jogo, por exemplo, a vitória de um time, o gol marcado dentro de certo tempo, ou seja, é uma aposta que investe a favor de um desses fatores acontecerem. Agora, o “lay” é um palpite desfavorável a um acontecimento dentro de um evento, ou seja, é investido na probabilidade de não acontecer. A escolha por “back” ou “lay” vai variar com o evento e a disputa em questão, ponderando a força das equipes em combate.

Com isso em mente, é notável que o trading esportivo possui maior flexibilidade do que as apostas esportivas, como também menores riscos com dinheiro, já que é necessária toda a avaliação de um cenário para realizar uma ação, mas em todo caso, ainda é possível “recorrer” e ter menos prejuízos. Além disso, os ganhos a longo prazo são maiores do que as apostas esportivas.

Um dos únicos pontos desfavoráveis do trading esportivo é o alto nível de dedicação necessário para a análise de probabilidades, assistir a grande maioria dos jogos, acompanhar o desempenho de um clube, assim como acompanhar as estáticas relacionadas a um evento, tudo isso demanda energia do trader. E, realmente, o trading esportivo se mostra mais complexo do que as apostas esportivas, devido a liquidez dos valores em jogo e da cautela necessária, na associação das estatísticas e palpites. Mas este não deve ser um fator para intimidar novos trades, a intenção é a atenção redobrada para esta modalidade, que pode ser bem divertida, mas com responsabilidade

Gostou da matéria sobre trading esportivo?

Nos conte do que mais você quer saber e ler por aqui!

Siga o Futeblog no Instagram! @futeblogfc

Aprenda a técnica do Over 1,5 com recuperação no Over 0,5.

Veja aqui se o seu time está na mira do grupo City! Eles querem comprar um time no Brasil

Veja quem são os maiores cobradores de falta de todos os tempos, aqui ó!

1xBet

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eu Aceito a Política de Privacidade

Botão Voltar ao topo