BrasileiroCampeonatoCruzeiroFutebol Brasileiro
Destaque

Poupar ou não poupar? Eis a dúvida de Rogério Ceni

Poupar ou não poupar jogadores na escalação do Cruzeiro contra o Vasco? Essa é a dúvida que Rogério Ceni tem para o duelo do próximo domingo, em Belo Horizonte, pela 17ª rodada do Brasileirão 2019, partida de grande importância para o Cruzeiro na luta contra o rebaixamento

O dilema que aflige o técnico celeste tem relação com a disputa da semifinal da Copa do Brasil, diante do Internacional, marcada para o dia 4 de setembro, em Porto Alegre.

Lá a Raposa precisa ganhar para disputar a sua terceira final seguida do torneio.Nós vamos falar mais sobre esse jogo!

Assim se colocar o time titular no Campeonato Brasileiro, ele corre o risco de perder algum atleta por lesão ou até mesmo deixar a equipe cansada para jogar na capital gaúcha, lembrando que o mata-mata é a última chance de título do Cruzeiro em 2019.

Roderio Ceni Cruzeiro
Rogério Ceni – Imagem – Cruzeiro

Por outro lado, entrar com uma equipe reserva contra o Vasco pode facilitar a vida do time comandado por Vanderlei Luxemburgo, que vem alcançando bons resultados nos últimos jogos, e contribuir para a volta do time mineiro ao Z4, em caso de derrota.

Certamente a equipe carioca é um concorrente direto dos celestes na briga para sair da parte de baixo da tabela. Com 20 pontos, o Vasco ocupa atualmente a 14ª posição, enquanto o Cruzeiro tem 15 pontos e está na 16ª colocação.

Sem pistas sobre a montagem da equipe do Cruzeiro

Ao final do jogo contra o CSA, no domingo passado, que terminou em 1 a 1, Rogério Ceni foi questionado sobre a possibilidade de poupar o time no próximo compromisso pelo campeonato nacional.

Ele disse que conversaria com jogadores e comissão técnica para avaliar as condições de seus atletas.

Depois que ele não deu entrevista depois do jogo, ficamos sem saber qual foi a sua decisão. Além disso, os últimos treinos da equipe têm sido fechados, dificultando visualizar a montagem do time.

E até mesmo os jogadores têm mantido segredo em relação a isso, evitando dizer, nas coletivas, sobre a estratégia para a partida de domingo.

É provável que se optar pelos titulares, Ceni terá à disposição os zagueiros Dedé e Léo, que não jogaram em Maceió, e já se recuperaram de suas lesões. Quem também foi desfalque contra o CSA e pode começar no domingo é o atacante Pedro Rocha, mas a escalação do Cruzeiro não é fácil de se decifrar.

Caso decida mesclar o time, ele pode dar chance a jogadores como Edílson, Fabrício Bruno, Ariel Cabral, Egídio e Sassá, entre outros.

Assim como nos últimos jogos, o mistério sobre a escalação só será desfeito uma hora antes do início da partida.

Reforço chegando à Toca da Raposa

O primeiro reforço da era Rogério Ceni no Cruzeiro já está na área. Ainda sem ser apresentado oficialmente pelo clube, o meia-atacante Ezequiel desembarcou em Belo Horizonte nesta sexta-feira e passa por exames médicos.

Ex-jogador do Sport, ele foi um dos destaques do Leão na conquista do Campeonato Pernambuco, mas vinha oscilando bastante na segunda divisão do Brasileirão.

A chegada de Ezequiel à Raposa foi um pedido de Ceni, que vê no jovem de 21 anos uma boa alternativa para suprir a falta de velocistas no elenco celeste.

Ele, que pertence ao Botafogo, vem por empréstimo até o fim de 2019, com opção de compra ao fim do contrato.

Saiba mais sobre o Cruzeiro aqui:!

Treino Cruzeiro Rogério Ceni

Cruzeiro x Vasco

O jogo entre celestes e cruzmaltinos acontece no domingo, dia 1º de setembro, às 19h, no Mineirão, com transmissão do SporTV para todo o Brasil, exceto Minas Gerais (os mineiros podem ver pelo canal Premiere).

E você, caro torcedor, o que faria se estivesse no lugar de Ceni? Priorizaria a Copa do Brasil, na qual o Cruzeiro pode chegar a mais uma final e buscar o heptacampeonato, ou entraria com força máxima contra o Vasco, jogo que pode ser crucial para o time se recuperar no Brasileirão?

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo