Fora do campoFutebol InternacionalNotíciasOpinião
Destaque

Maradona e Lula: reveja a história e a ligação entre os dois

Conheça mais sobre a história dessa amizade

Hoje é dia de falar da relação entre a Maradona e Lula. Afinal, a afinidade de Diego com a esquerda sempre caracterizou a ação política fora das campos. Apesar de alguns episódios de apoio a personalidades de posicionamento mais liberal, como Carlos Menem, el pibe sempre demonstrou apoio a representantes de esquerda.

Inclusive, aqui neste mesmo batcanal, aliás, blog, já abordamos tema semelhante. Se você buscar por “Maradona e Che Guevara: relembre a história e a relação entre os dois” vai emergir neste universo. Mas, indicações à parte, hoje o tema permanece mais à esquerda do assunto política. Todavia, um pouquinho mais pra cá, perto de nós. Hoje o mote é Maradona e Lula. Isso mesmo, o ex-presidente e, Luís Inácio Lula da Silva. Por isso te convido a dar uma “passeada” pela história das duas personalidades e rever a ligação entre estas duas partes. Bora?

Maradona e Lula
Foto: Olímpio Cruz Neto

Um poquito de “El Pibe”

Também conhecido como “El Pibe”, Diego Armando Maradona é e sempre será um dos arquitetos do universo da bola. Mas apesar das polêmicas extracampo, seu caráter e carisma faz dele bem mais do que um craque do futebol. E, cá entre nós, nem de longe isso seria pouco para alguém. Mas o que queremos dizer é que ele carrega mais do que a habilidade com a bola.

A identificação com causas humanistas foi o que o motivou a realizar diversas ações sociais ao longo da vida. Entre elas esteve uma ação beneficente que financiou obras de infraestrutura em dez cidades da Argentina. Além disso, ele também ocupou a diretoria-geral, pela América Latina, da organização “Football For Unity”. A rainha da Inglaterra, Elizabeth II, ofereceu a ele a função em 2015.

Em 2018, Maradona disse nutrir admiração a outro importante líder mundial, o presidente russo Vladimir Putin. Depois de sua morte, recebeu diversas homenagens. Inclusive o fatídico dia, 25 de novembro, se deu coincidentemente no mesmo dia que seu ídolo maior, Fidel Castro, ocorrido em 2016. Assim, entre as homenagens, Maradona recebeu homenagem de outros líderes políticos de Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, que o chamou de “irmão”.

O jogador de futebol também recebeu homenagens de políticos do seu país natal. Assim, o presidente argentino, Alberto Fernández, falou dos grandes feitos em prol da felicidade do seu povo. A vice-presidente, Cristina Kirchner, também lamentou a morte do compatriota pelas redes sociais. Além do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ao qual o atleta se declarou “1° soldado” do líder chavista. Maradona também apoiou o antecessor de Maduro, Hugo Chávez. Os dois visitaram Fidel Castro em Havana em 2011.

Sobre a ligação de Maradona e Lula

E, nos últimos anos, Maradona fez uma série de manifestações em relação à política brasileira. Foi em 2019, aliás, poucos minutos depois da saída do ex-presidente Lula da prisão, que ele usou as redes sociais para fazer uma homenagem. Junto de uma foto juntos, a legenda “Hoje se fez a justiça”. Maradona, inclusive,manifestou apoio a Lula quando ele fora condenado pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Em maio de 2016, às vésperas da votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, ele também se solidarizou. Assim, ele escreveu, em suas redes sociais, que era “1º soldado de Lula e Dilma”, na foto que fez com a camiseta da Seleção Brasileira.

A história de Lula

O polêmico ex-presidente, que até hoje divide opiniões é natural de Pernambuco. Lula mora desde os sete anos em São Paulo. Lá, ainda adolescente, trabalhou como vendedor ambulante, engraxate e office-boy. Aos 15 anos tornou-se aprendiz de mecânico, área onde ele foi se envolvendo mais e mais.

Em 1975, Lula se tornou presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema. Assim, lá ele liderou greves sindicais e ações para fundar o PT (Partido dos Trabalhadores). Participou ainda da fundação da CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Por fim, na política tradicional, Lula foi eleito, em 1986, deputado federal constituinte com a maior votação do país. E concorreu à presidência da República em 1989, 1994 e 1998. Lula também tem surpreendido os observadores da cena política por conseguir manter altos índices de aprovação e popularidade. E, talvez seja essa postura que aproxime tanto Maradona e Lula.

Veja também!

Maradona no Brasil: uma relação de admiração mútua

Melhores chuteiras para jogar no campo

Bola de Ouro: relembre os campeões desse super prêmio

Apostar no Flamengo, como ganhar dinheiro nos jogos do Mengão

Conheça nosso Guia de apostas para iniciantes.

Você sabe que são os jogadores mais rápidos do mundo? Olha!

Entre no nosso grupo no Telegram, receba Tips e tire dúvidas! Aqui!

Quer colaborar? Entre em contato! 

Conheça os melhores campeonatos de games de futebol que existem aqui!

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo