Notícias
Destaque

Inclusão no futebol: Conheça o futebol paralímpico e seu formato

O futebol une corações pelo mundo e também transforma os espaços sociais, entenda mais sobre o futebol paralímpico e suas modalidades

A inclusão social se mostra um desafio para muitas áreas e instituições, faltam recursos e preparação de profissionais para atender diferentes demandas. Mas, o que vêm se mostrando um grande aliado dessa pauta é o esporte, atendendo diversos grupos vulneráveis, principalmente em relação a PCDs(Pessoas Com Deficiência). De maneira que, hoje, certos esportes já possuem recursos para acolher este grupo, em especial o futebol paralímpico.

Esta modalidade dentro do futebol tem ganhado espaço no futebol nacional e até internacional, sendo que clubes como o Corinthians possuem seu próprio elenco no futebol paralímpico. Para ser mais específico, os mais conhecidos são o “futebol de 5”, que é destinado para pessoas com deficiência visual, e o “futebol de 7”, que é voltado para pessoas com paralisia cerebral.

Entenda mais sobre o que se trata o futebol paralímpico, sua história, os grupos que são notórios em participação, os atletas renomados e quais clubes possuem elenco nesta modalidade. Além disso, vislumbrar a capacidade de inclusão social pelo esporte é aqui também um objetivo.

O que é futebol paralímpico?

De forma simples, é a adaptação do futebol tradicional para PCDs, possui regras, normas e regulamentação específica para cada modalidade atendida, normalmente sendo mediada pela FIFA. De forma que, a especificidade de cada pessoa seja atendida, desde o solo utilizado em campo, até equipamentos auxiliares.

Notoriamente, as modalidades mais conhecidas dentro do futebol paralímpico são: o futebol de 5 e o futebol de 7. O primeiro, é  para pessoas com deficiência visual, sendo separado em graus do quanto a visão do atleta necessita de recursos para jogar. Já o futebol de 7, é o futebol para pessoas com paralisia cerebral, também sendo separado em certos graus de qual é a especificidade dos jogadores, se possuem dificuldades de locomoção ou coordenação.

1xBet

Futebol de 5

O futebol de 5 tem suas raízes, no Brasil, desde as primeiras décadas do século passado, em meados da década de 30, com a maior popularização do futebol, em específico o futsal, o esporte era praticado em todos os lugares, sejam academias ou campos de várzea. Analogamente, também esteve presente em instituições para cegos, que praticavam o esporte nos momentos de intervalo.

Estes foram os primeiros indícios de um futebol inclusivo para cegos, mas não foi só no país que houve esse fenômeno, a América Latina num todo, assim como alguns países na Europa se inclinavam para a prática do futebol de 5, antes mesmo de ter este nome.

Dessa maneira, a modalidade do futebol paralímpico foi ganhando forma com o passar das décadas, cada país contribuiu um pouco para a elaboração e concretização do esporte, por exemplo, no Brasil o uso de latas ou sucatas como bola, ou até amarrado nelas, foi uma das contribuições para o futebol de 5.

Foi só ao final da década de 90, que a Federação Internacional de Esportes para Cegos (IBAS) em um movimento global, articulou as federações de outros continentes para a regulamentação e criação das regras do esporte, a fim de oficializá-lo. E, foi em 2004 que o futebol paralímpico ganhou repercussão e maior difusão, ao ser estreado nos Jogos Paraolímpicos de Atenas.

Indo para os aspectos técnicos, o futebol de 5 é praticado em quadras de futsal com solo adaptado, mas oficialmente é praticado sobre grama sintética, estabelecidos pelos padrões FIFA.

Os jogadores usam vendas e tocá-las pode eleger uma falta, os únicos que não usam venda no jogo são os goleiros, que para participar não podem ter jogado em competições oficiais da FIFA nos últimos 5 anos. Além disso, os jogadores em alguns momentos podem contar com um apoio de um “guia”, que está fora de campo e oferece assistência em momentos específicos.

Nas linhas laterais, existem faixas que sinalizam para os jogadores que é o limite do campo, como também existem bandas para não permitir que a bola saia de campo. As medidas do campo são iguais às do futsal, são vinte metros de largura por quarenta de comprimento e, muito diferente dos estádios ou quadras esportivas, o local onde é realizado o jogo deve ter quase nenhuma poluição sonora, sem ecos, como também a torcida só pode se manifestar nos momentos de pontuação.

A bola utilizada em jogo possui guizos em seu interior, a fim de facilitar a sua localização. O esporte é dividido em três categorias: B1 (cegos totais ou com pouca percepção de luz), B2 (atletas com percepção de vultos), B3 (Atletas que reconhecem imagens e figuras).

Ademais, são dois tempos de jogo que contam vinte e cinco minutos, somados a dez minutos de intervalo. O Brasil, ao longo da história do futebol de 5, levou para casa quatro medalhas de ouro nas paraolimpíadas.

Futebol de 7 

Outra modalidade dentro do futebol paralímpico é o futebol de 7, ou futebol PC, destinado a pessoas com paralisia cerebral, que sofreram AVC ou outros tipos de lesões traumáticas no cérebro.

Assim como o futebol de 5, essa modalidade segue normas da FIFA modificadas para atender as demandas dos jogadores, como tamanho do campo reduzido, a possibilidade de utilizar apenas uma das mãos em arremessos laterais, a marca do pênalti fica a menos de 10 metros do gol e não possui impedimento. São sete jogadores para cada lado do campo, sendo seis em linha e um goleiro. O jogo é dividido em dois tempos, cada um com trinta minutos de duração, contando com dez minutos de intervalo.

O esporte é separado em categorias, com o intuito de colocar jogadores em consonância no campo, estas categorias são: FT1 (comprometimento severo da locomoção ou coordenação do atleta), FT2 (comprometimento mediano) e FT3 (comprometimento leve). O Brasil, nas paraolimpíadas, já levou para casa duas medalhas de prata e uma de bronze para casa, e o Corinthians é o clube nacional mais notório na modalidade.

Gostou da matéria?

Nos conte do que mais você quer saber e ler por aqui!

Veja mais impactos da guerra no futebol nesse link abaixo.

Os jogadores que estavam na Russia e podem reforçar seu time.

Siga o Futeblog no Instagram! @futeblogfc

Aprenda a técnica do Over 1,5 com recuperação no Over 0,5.

Veja aqui se o seu time está na mira do grupo City! Eles querem comprar um time no Brasil

Veja quem são os maiores cobradores de falta de todos os tempos, aqui ó!

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eu Aceito a Política de Privacidade

Botão Voltar ao topo