Futebol Feminino
Destaque

Elas No Estádio, Federação Paulista lança campanha

e barra a entrada de homens #ElasNoEstadio

Elas no Estádio! Mulheres envolvidas em torcida organizada, mulheres gritando e pulando na arquibancada, mulheres em rodas de conversa sobre futebol, bandeirinhas, árbitras, técnicas e jogadoras. Sim, as mulheres estão se envolvendo cada dia mais no mundo futebolístico, mas você sabia que esse número ainda é muito baixo?

Segundo informações do Datafolha, apenas 14% do público que frequenta estádios no Paulistão, é feminino. Um número bem baixo e assustador.

Mas por que será que as mulheres não acompanham o seu time do coração mais de perto? Uma pesquisa encomendada pela Comissão de Comunicação e Marketing da Federação Paulista de Futebol (FPF), no mês de dezembro, ouviu três perfis de mulheres: as que não frequentam os estádios, as que costumam ir eventualmente e as assíduas nos jogos.

Elas no Estadio
Aline Pellegrino, diretora de futebol feminino da FPF e embaixadora do movimento, e Laura Louzada, coordenadora de Marketing do Botafogo-SP e representante dos clubes (Foto: Tabatha Maia)

Na pesquisa, foi possível identificar dois principais problemas: o conceito familiar ou social de que o estádio não é lugar para mulher e a falta de incentivo ou companhia para frequentar os jogos.

Diante desse resultado, a FPF e os clubes participantes do campeonato se uniram e lançaram o movimento #ElasNoEstádio, como uma forma de incentivo para que as mulheres acompanhem o seu time do coração.

A campanha, que tem como foco a princípio apenas o Paulistão, irá começar com algumas iniciativas, como: um atendimento especial às mulheres nos estádios; a abertura de um canal de comunicação exclusivo para as torcedoras (elasnoestadio@fpf.org.br); incentivos aos coletivos de grupos femininos, e por fim, uma delegada direcionada especialmente para esse atendimento em dias de jogos.

Elas no Estadio
Representantes das principais torcidas femininas dos clubes de São Paulo marcaram presença no encontro realizado na FPF (Foto: Daniela Ramiro/FPF)

O lançamento do #ElasNoEstádio, ocorreu neste dia 21 de janeiro, na Federação Paulista de Futebol. O assunto, primeiramente foi tratado com as mulheres jornalistas e com as torcedoras, em uma coletiva seletiva.

Após o término, Aline Pellegrino, diretora de futebol feminino da FPF e embaixadora do movimento, e Laura Louzada, coordenadora de Marketing do Botafogo-SP e representante dos clubes, desceram até o saguão e conversaram com os jornalistas do sexo masculino, que foram “barrados” e acompanharam tudo através de um telão. E só tiveram acesso às entrevistadas após o término da coletiva com as mulheres.

Elas no Estadio FPF
Os jornalistas do sexo masculino foram “barrados” e acompanharam a coletiva seletiva através de um telão (Foto: Rodrigo Corsi/FPF)

A ideia foi mostrar aos homens o tipo de restrição social que algumas mulheres sofrem em dias de jogos.

Presença dos coletivos da torcida.

O evento contou com a presença das principais torcidas femininas dos clubes paulistas: Santos, Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Guarani.

A Federação Paulista de Futebol e os clubes participantes do Paulistão se uniram e lançaram o movimento #ElasNoEstádio (Foto: Daniela Ramiro/FPF)

Durante a explicação da campanha, foi possível notar a animação por parte das mulheres presentes. Eu, aos 28 anos de idade, participei do evento e entendi a importância da mesma.

Lembro-me de alguns casos de restrição, de constrangimento que já passei, desde cara feia ao falar que acompanho meu time e frequento estádios até sentar em uma roda de conversa sobre futebol e não ter voz para opinar sobre o assunto.

Espero que com essa campanha Elas No Estádio, as mulheres tenham um pouco mais de espaço para conseguir acompanhar, torcer e mostrar que também entendemos sobre o assunto e gostamos de ir aos estádios como qualquer homem apaixonado pelo seu time de coração.

Por Tabatha Maia – jornalista e colaboradora do Portal Travelpedia

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo