FlamengoLibertadoresOpiniãoPalmeiras
Destaque

Do céu ao inferno e vice-versa

Os times da moda: Flamengo e Palmeiras.
O que aconteceu com as duas maiores potências do futebol Brasileiro após a Copa América?

Um assumiu a liderança do Brasileirão e é semi-finalista da Taça Libertadores….outro perdeu a liderança do Brasileirão, desclassificado da Libertadores e desclassificado da Copa do Brasil.

Obviamente existe um conjunto de razões para ambos os casos, porém um detalhe é gritante: Diego e William.
Desde que um saiu machucado e outro voltou de contusão a situação de seus clubes mudou completamente. Flamengo só ganha e Palmeiras não vence.

O torcedor assistiu um primeiro semestre praticamente perfeito do alvi-verde: liderança do Nacional, melhor campanha da fase de grupos da Libertadores e favoritismo para Copa do Brasil.
Zé Rafael voando! Eficiente tanto na marcação alta quanto no ataque….Palmeiras não levava gols e marcava pelo menos um.

Flamengo viveu um primeiro semestre conturbado: dúvidas, derrotas, troca de técnico.

Logo no início, de professor novo, seu torcedor assistiu a queda na Copa do Brasil e algumas oscilações, porém desde que Diego se contundiu, a equipe de Jesus virou uma máquina de vencer.

Éééé galera…..detalhes fazem a diferença….sorte ao Mengão e ao Verdão neste segundo semestre! Um abraço!

Mario Neto

Mario Neto, exclusivo para o Futeblog

Etiquetas

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Fala Mário!! Belo texto!! Parabéns. Acho difícil de entender uma equipe que tem pelos menos 2 times completos de alto nivel nao render. Para mim a culpa total é do Sr. Felipão. Qualquer técnico gostaria de ter o material humano que ele tem e parece que insiste em algumas peças que não tem sentido. Deyverson , por exemplo. Abraço.

    1. Eai Wagner.
      Obrigado!
      Também acho que graaande parte dos reveses do Palmeiras aconteceram pelas escolhas do Big Phil…e de fato tem fartura peças à disposição que deveriam ser manipuladas com maior eficiência…

      Vivendo e aprendendo.
      Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo