Libertadores
Destaque

Libertadores pode ter final Paulista

Se tudo correr bem, a Copa Libertadores da América 2020 poderá ter um duelo paulista entre os dois times brasileiros (Palmeiras e Santos) classificados para as semifinais, que serão disputadas na segunda semana de janeiro.

Na terça-feira, dia 15, o Verdão foi o primeiro classificado, após a vitória sobre o Libertad (Paraguai) por 3 a 0 no Allianz Parque. No dia seguinte foi a vez do Peixe também conseguir a vaga ao atropelar o time do Grêmio por 4 a 1 na Vila Belmiro.

Marinho Santos
Marinho rodou por muitos clubes antes de alcançar destaque no ataque do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O adversário do time santista sairá do duelo entre os entre os argentinos Racing e Boca Juniors. O primeiro jogo foi vencido pelo Racing – 1 a 0. O jogo de volta será no dia 23 no estádio La Bombonera, em Buenos Aires. Já o Alviverde enfrentará o River Plate (Argentina) que garantiu a classificação na quinta-feira, dia 17, ao golear o Nacional (Uruguai) por 6 a 2. O time argentino já havia vencido o primeiro confronto por 2 a 0.

Assim, Santos e Palmeiras estão novamente entre os quatro melhores times das Américas. O time santista chega pela nona vez à fase semifinal da Copa Libertadores. As quatro primeiras foram na década de 1960 (62, 63, 64 e 65) e as demais nesse século (2003, 2007, 2011 e 2012). Já o Verdão chega invicto (oito vitórias e dois empates) dois anos após ser eliminado pelo Boca Juniors. Essa será a oitava participação do clube nessa etapa da competição. Anteriormente chegou em 1961, 1968, 1971, 1999, 2000, 2001 e 2018. O Santos é tricampeão do torneio continental (1962, 1963 e 2011), enquanto o Palmeiras levantou a taça em uma única oportunidade (1999).

Rony comemora gol
O atacante Rony comemorou gol contra o Libertad com selfie no Allianz Parque (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

Em um ano complicação por causa da pandemia do novo coronavírus, o que chama a atenção é que os dois times tiveram que incluir vários garotos revelados em suas respectivas bases. E eles não se intimidaram, jogando por terra uma antiga tese de que é preciso jogadores cascudos (experientes) para disputar a Libertadores.

Prova dessa ousadia dos jovens foi o gol marcado pelo atacante Kaio Jorge no jogo do Santos contra o Grêmio. O menino de apenas 18 anos não se intimidou com a importância da partida. Logo após o árbitro apitar o início do jogo, roubou a bola de Jean Pyerre, que falhou ao tentar recuar, e em velocidade driblou o goleiro Vanderlei e marcou seu gol aos 11 segundos de jogo. Além dele, os também garotos Sandry e John mostraram talento e fizeram a diferença, mostrando que não sentiram a pressão de um jogo mata-mata de Libertadores.

final paulista na Libertadores
Palveiras x Santos – Foto Cesar Greco – Ag. Palmeiras

Um dos destaques do jogo contra o tricolor gaúcho foi o experiente Marinho. Ele marcou o segundo gol do Peixe e protagonizou outras importantes jogadas. Com quatro gols na Libertadores e 21 nesse ano, o atacante de 30 anos rodou o mundo antes de alcançar destaque com a camisa do Santos. Curiosamente ele veio do Grêmio, onde não estava sendo aproveitado antes de ser contratado pelo Santos.

No Palmeiras, apesar do elenco recheado de jogadores experientes, os garotos vindo da base também estão mostrando serviço na Libertadores. Entre eles, Danilo, Gabriel Menino, Gabriel Veron e Patrick de Paula.

Roberto Maia é jornalista, cronista esportivo, editor de revista Qual Viagem e do portal Travelpedia.

Veja também! Você sabe que são os jogadores mais rápidos do mundo? Olha!

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo