Fora do campoFutebol BrasileiroFutebol InternacionalNotícias
Destaque

As maiores tragédias aéreas da história do futebol

Queremos prestar uma homenagem a atletas e torcedores com este post.

Desculpa gente, hoje nosso post é sério, sobre as maiores tragédias aéreas da história do futebol. É claro que esse esporte é geralmente sinônimo de alegria, mas infelizmente a gente também testemunha casos e problemas graves.

E neste último domingo (24), o mundo do esporte sofreu de novo acidente horrível. O avião que levava integrantes do time de Palmas caiu por volta das 08h30 deste domingo por volta de 25 quilômetros da cidade. O dirigente do clube mais quatro jogadores do time, além do piloto que estava a bordo, não resistiram a queda.  Dessa forma o voo estava levando a equipe para Goiânia onde o Palmas enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde.

O Futeblog deixa uma sincera homenagem as famílias do dirigente Lucas Meire, dos jogadores Lucas, Marcus Vinícius, Noé e Ranule e do comandante, identificado como Wagner. Assim sendo, aproveitamos para lembrar homenagear também outros times e equipes que também foram vítimas das maiores tragédias da história do futebol.

Acidente com o Chapecoense: um dia negro para o esporte

Nosso coração ainda fica pesado ao lembrar do dia 29 de novembro de 2016. O time da Chape viajava de Santa Catarina até Medellín, na Colômbia, onde jogaria a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.

O avião que estava com a equipe acabou sofrendo uma pane e caiu perto do aeroporto internacional da cidade. Foram 71 mortos e seis feridos. O voo transportava tanto jogadores quanto jornalistas e membros da diretoria do time. Por fim, em um momento de muita emoção o Chapecoense foi declarado campeão da Copa Sul-Americana.

Superga: uma das maiores tragédias aéreas do futebol

No dia quatro de maio de 1949 o mundo também ficou abalado quando o voo que transportava a equipe do Torino da Itália caiu após um intenso nevoeiro que tomou conta da cidade. O time voltava para casa após jogar um amistoso contra o Benfica, em Portugal.

27 pessoas estavam na aeronave, incluindo o time inteiro, além da comissão técnica do clube, jornalistas e funcionários do Turim. Ninguém sobreviveu ao trágico acidente, que ficou marcado como um dos maiores da história. Assim sendo, sem dúvidas esse é um momento muito triste para o esporte que tanto amamos.

Desastre aéreo de Munique:  o dia mais sombrio do Manchester United

Por fim, essa tragédia aconteceu no dia seis de fevereiro de 1958, quase 10 anos após o acidente de Turin. O voo BE609 voltava de Belgrado para a Inglaterra após o Manchester United ter jogado uma partida por lá. Mas piloto havia parado em Berlim para reabastecer a aeronave quando os problemas começaram.

Havia uma camada de neve derretida na pista de voo, o que dificultou a decolagem. Após três tentativas a aeronave conseguiu subir, mas acabou caindo pouco tempo depois. Assim, no total foram 23 vítimas fatais, sendo oito jogadores e 15 pessoas que estavam no local do acidente. Outros 21 tripulantes do voo felizmente escaparam com vida da tragédia.

Ao lembrar esses acidentes e equipe do Futeblog quer prestar uma homenagem para todos os heróis do esporte, que acabaram perdendo suas vidas em infelizes acidentes que marcarão para sempre a história do futebol.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo