Futebol BrasileiroLibertadores

Goleadas pela Libertadores da América

Confira as maiores goleadas sofridas por times brasileiros

Aaaah, hoje vamos falar sobre as goleadas pela libertadores. Aliás, para quem acompanha os campeonatos de futebol, nada melhor do que jogos com placares exagerados. Se o campeonato for oficial e um dos maiores do mundo, a expectativa por uma goleada é ainda mais intensa.

goleadas pela libertadores
Foto: Flamengo/Divulgação (Foto: https://www.flamengo.com.br/fotos/futebol/flamengo-x-gremio—libertadores-2019—23-10-2019)

Assim sendo, no caso da Copa Libertadores da América, segundo um levantamento feito por um jornalista esportiva do portal UOL, os times brasileiros sabem muito bem o peso de uma goleada. Mas eles sabem pelo lado negativo da coisa. Por quê? Porque vários clubes brasileiros já sofreram placar de 5 x 0 em jogos pela Libertadores. 

Mais recentemente, o Flamengo foi o clube brasileiro que levou uma goleada na competição. Assim, o clube perdeu pelo placar de 5 x 0 para o Independiente del Valle. 

Mas você sabe quais foram as maiores goleadas pela libertadores sofridas por clubes brasileiros? Dá uma conferida.

Atlético-PR

Vish, essa goleada realmente deve ter doído:

0 x 5 para o América de Cali-COL (fora) – 27/3/2002

Atlético-MG

0 x 4 para o Bolívar-BOL (fora) – 22/3/2000

Bahia

0 x 3 para o San Lorenzo-ARG (fora) – 20/4/1960

Bangu

1 x 3 para o Deportivo Quito-EQU (fora) – 6/5/1986

Botafogo

0 x 4 para o Santos (casa) – 28/8/1963

Chapecoense

0 x 3 para o Nacional-URU (fora) – 27/4/2017

Corinthians

0 x 3 para o Cerro Porteño -PAR (fora) – 24/3/1999

0 x 3 para o Cruz Azul-MEX (fora) – 26/3/2003

Coritiba

1 x 4 para o Sporting Cristal (fora) – 10/2/2004

Criciúma

0 x 4 para o São Paulo (fora) – 2/4/1992

Cruzeiro

1 x 5 para o Real Potosí-BOL (fora) – 16/4/2008

Flamengo

Assim como o Atlético, o resultado também foi difícil para o time:

0 x 5 para o Independiente del Valle-EQU (fora) – 17/9/2020

Aposte nos melhores times da Liberta com bônus!

Fluminense

0 x 3 para o Libertad-PAR (fora) – 5/5/2011

0 x 3 para o Grêmio (casa) – 21/2/2013

Goiás

0 x 2 para o Estudiantes-ARG (fora) – 25/4/2006

Grêmio

0 x 5 para o Flamengo (fora) – 26/6/1984

Internacional

0 x 3 para a Portuguesa-VEN (fora) – 10/7/1977

0 x 3 para o Vélez Sarsfield-ARG (fora) – 14/3/2007

Juventude

1 x 5 para o The Strongest-BOL (fora) – 8/3/2000

Náutico

1 x 3 para o Palmeiras (casa) – 21/1/1968

Palmeiras

0 x 5 para o Grêmio (fora) – 26/7/1995

Paraná

1 x 3 para o Real Potosí-BOL (fora) – 10/4/2007

Paulista

1 x 4 para o River Plate-ARG (fora) – 17/3/2006

Paysandu

2 x 4 para o Boca Juniors-ARG (casa) – 15/3/2003

Santo André

0 x 1 para o Dep. Táchira-VEN (fora) – 2/3/2005

0 x 1 para o Cerro Porteño-PAR (fora) – 28/4/2005

Santos

0 x 5 para o Flamengo (casa) – 20/4/1984

São Caetano – Goleadas pela Libertadores

Essa sequência, aliás, tem uma certa ironia pela forma como estão os resultados:

1 x 2 para o Olmedo-EQU (fora) – 15/3/2001

1 x 2 para o Cobreloa-CHI (fora) – 6/2/2002

Além disso, 1 x 2 para o Olimpia -PAR (casa) – 31/7/2002

1 x 2 para o América-MEX (casa) – 11/3/2004

1 x 2 para o América-MEX (fora) – 17/3/2004

São Paulo

1 x 4 para o Atlético-MG (fora) – 9/5/2013

Sport

1 x 4 para o Guarani (fora) – 3/8/1988

Vasco – Goleadas pela Libertadores

Por fim, outra sequência de goleadas bastante complicada:

0 x 4 para o Jorge Wilstermann-BOL (fora) – 22/2/2018

0 x 4 para o Racing-ARG (fora) – 19/4/2018

Ah sim, também rolou, 0 x 4 para o Cruzeiro (casa) – 3/5/2018

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eu Aceito a Política de Privacidade

Botão Voltar ao topo