ChapecoenseFora do campoFutebol InternacionalNotícias
Destaque

Torino lança camisa em homenagem à Chapecoense

Um belo gesto de um time que viveu uma dor semelhante a da Chape

O Torino, tradicional equipe italiana, lançou uma camisa de goleiros em homenagem à Chapecoense. Assim, ele será usado na temporada 2021/22, que inicia em agosto.

A camisa do Torino em alusão a Chape é toda verde, mas possuí diversos tons da cor. As mangas, gola e um detalhe na lateral do uniforme são em verde mais escuro e dão um contraste ao material. Além disso, o escudo do time também está verde. A JOMA  fabricou a camisa, que tem as seguintes frases: “Uniti dal destino” (Unidos pelo destino) e “Força Chape”.

Torino Chapecoense
Foto: Divulgação/ Torino F.C.

Por meio das redes sociais, o Torino divulgou a camisa com a legenda “Uniti dal destino, per sempre amici” (Unidos pelo destino, amigos para sempre). Em seguida, a Chapecoense respondeu “Chape e Torino compartilham uma história de resiliência, com laços fortalecidos pela coragem de seguir em frente após o momento mais desafiador das suas trajetórias.”

Torino e a camisa em homenagem a Chape: dois times unidos pelo destino

Chapecoense e Torino viveram o drama de acidentes aéreos que marcam o mundo do futebol até hoje.  Em 1949, o time europeu era o melhor do continente na época. No dia 4 de maio daquele ano, a delegação do clube voltava de Lisboa, onde a equipe havia enfrentado o Benfica em um jogo amistoso.

Mas quando o trimotor Fiat G212 chagava em Turim, na aterrisagem, problemas com o tempo obrigaram o piloto a realizar uma manobra. Com isso, o avião ficou muito perto do solo e acabou se chocando com a Basílica de Superga, em Turim.

O acidente não deixou sobreviventes. Os 27 passageiros e 4 tripulantes a bordo morreram, incluindo todo o time do Torino, comissão técnica, dirigentes e jornalistas. E assim, o fato gerou enorme comoção na Itália. Dois dias depois, cerca de 500 mil pessoas foram ao funeral do time.

Em 2016, acidente da Chape comoveu o mundo

No dia 28 de novembro de 2016, a Chapecoense estava a caminho de Medellín, na Colômbia, para a disputa do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. O adversário seria o Atlético Nacional e o momento era histórico para a Chape, pois seria a primeira final internacional da equipe.

O voo LaMia 2933 levava, no total, 68 passageiros e 9 tripulantes e tinha como destino o aeroporto José Maria Córdova na Colômbia. Mas quando fazia o processo de aproximação, na região de Cerro El Gordo, o avião acabou se chocando com uma montanha.

Assim ao todo 71 pessoas morreram, incluindo jogadores, dirigentes e jornalistas que faziam a cobertura da Sul-Americana. Seis pessoas sobreviveram, incluindo os jogadores Neto, Alan Ruschel e Jackson Folmann e o jornalista Rafael Henzel, que acabou falecendo em 2019.

Dessa forma, em 2018, um relatório divulgado pela Agência de Aviação Civil da Colômbia informou que a principal causa do acidente foi o baixo nível de combustível do avião.

Após o acidente, o mundo do futebol ficou muito abalado. As semanas seguintes ao fato tiveram incríveis homenagens em todo o mundo. Por fim, o título da Sul-Americana ficou com a Chape, após decisão em comum acordo com o Atlético Nacional e Conmebol.

Gosta da Chape e do Torino, ganhe com eles, aqui ó!

Em 2017, Torino já homenageou a Chapecoense

Pela 15° rodada do Campeonato Italiano de 2017, o Torino enfrentou a Atalanta e usou um uniforme verde em homenagem à Chape.

O jogo terminou empatado em 1 a 1. Na ocasião, a equipe italiana produziu 1500 unidades da camisa. Além disso, parte da renda oriunda das vendas foi para os familiares das vítimas do acidente da Chapecoense.

Em 2018, em partida marcada por homenagens, Torino e Chapecoense se enfrentaram em um amistoso em Turim. O Torino venceu por 2 a 0. Jackson Folmann, sobrevivente em 2016, deu o pontapé inicial do jogo.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo