Futebol InternacionalInternacional
Destaque

5 jogadores revelados na Euro 2020.

5 jogadores revelados na Euro 2020. Uma revelação no mundo do futebol, ele é um jogador que surge e se torna uma estrela. Os torneios internacionais são a vitrine perfeita para os jogadores deslumbrarem o mundo inteiro.

jogadores-revelados-da-Euro

E na Eurocopa há sempre grandes surpresas.

Antes do início do torneio apostou em 5 jogadores, 2 deles disputam a final, outros dois se mantiveram nas quartas de final e outro ficou no oitavo.

Hoje vamos falar das surpresas da Eurocopa, 4 novos jogadores mais um do artigo anterior.

4 + 1 jogadores que foram uma revelação nesta Eurocopa.

jogadores-revelados-da-Euro

Pierre Emile Holberg

O meio-campista do Tottenham, de 25 anos, foi parte da maior revelação do torneio, a Dinamarca de Eriksen.

Depois do infortúnio com Eriksen e o subsequente com a UEFA, os dinamarqueses foram derrotados até o último dia de grupo onde escalaram para ocupar um lugar.

Holberg disputou as seis partidas de sua seleção como titular, com médias de 7,39, até a semifinal do Euro.

No Euro, Holberg deu 3 assistências com sucesso de passe de 84%, ele também deu 1,8 passes chave.

Possui nível defensivo, também é um jogador complacente, com 1,2 interceptações e 1,8 innings.

Pegue aqui seu bônus para apostar na Betano aqui.

Daniel Olmo Carvajal

Dani Olmo, é um espanhol de 23 anos do RB Leipzig, que chegou à semifinal do torneio.

A seleção espanhola também foi uma revelação no torneio, já que também disputou duas disputas de pênaltis, e no final se manteve na semifinal, fazendo um grande torneio.

Olmo jogou 5 partidas, 3 como titular e duas como reserva, jogando 381 minutos e com média de 7,23 no WhoScored.

Dani deu 3 assistências, além de dar 2 passes importantes, e fazer 1,2 dribles por jogo.

Ele também gerou a melhor dupla do Euro, marcando dois gols para Álvaro Morata.

Steven Zuber

Zuber é um meio-campista suíço de 29 anos que joga no Eintracht Frankfurt.

A revelação veio na partida em que Zuber deu 3 assistências em uma única partida contra a Turquia.

Zuber disputou apenas 4 jogos, 3 como titular e um como suplente, totalizando 289 minutos.

Assim, o suíço foi o jogador com mais assistências na Euro 2020, além de 1,5 passes chave e 7,14.

Ele também tem uma média de 28,3 passes por jogo com uma taxa de sucesso de passe de 83% e 0,5 cruzamentos por jogo.

A Suíça foi a revelação do torneio eliminando a França nos pênaltis de 5 a 4, e depois lutando contra a Espanha, também nos pênaltis.

Patrik schick

Patrik Schick é um atacante tcheco de 25 anos que joga no Bayern Leverkusen.

A seleção tcheca fez uma ótima fase de grupos com Schick na liderança, além de ter marcado 5 gols, e ser o artilheiro ex-aqueano com Cristiano Ronaldo.

Schick disputou as 5 partidas iniciais, 406 minutos, com média de 7,55, sendo o segundo melhor atacante.

Ele marcou todos os 5 gols, tentou 3,2 chutes por jogo e fez 1,2 dribles eficazes.

República Tcheca, chegou às quartas de final, onde foi para a surpresa do torneio da Dinamarca.

Nicolo Barella.

Já antecipávamos, 5 jogadores que podiam ser consagrados nesta Eurocopa, e o médio titular da Itália, não podiam ficar às escuras.

Barella já havia mostrado parte de seu valor no campeonato Inter da Série A 20-21.

Ele só tinha que estar no centro das atenções globais, e o Euro é o melhor lugar para fazer isso.

Exemplos como o jogo contra a Bélgica, onde Barella marca um golo e dá uma assistência.

O meio-campista italiano de 24 anos encerrou a partida com pontuação média de 7,8 e 87% de aproveitamento no passe.

Em todo o torneio ele joga 419 minutos em 5 jogos, dando duas assistências e um gol, tentando um chute a gol.

Ele também dá 1,8 passes chave por jogo e 1,2 dribles completados, além de ter uma média de 42 passes por jogo com mais de 80% de precisão.

Barella com sua equipe chegou à final com a Inglaterra, final que será disputada no domingo, dia 11, em Wembley.

As “revelações” do torneio.

No dia 17 de maio, eles apostam em 5 jogadores que seriam revelações no torneio europeu máximo por seleções.

Além de Barella, estava o Tielemans, meio-campista belga que, como toda a sua equipe, deixou a desejar na partida contra a Itália.

Grealish, que entregou de forma excelente, o ruim é que não conseguiu se consagrar entre os onze titulares, mas ainda podemos ver uma atuação memorável na final.

Tomas Soucek, outro candidato perfeito ao lado de Coufal ou Schick, como surpresas para a seleção tcheca que venceu a Holanda.

Apenas seus rivais, Depay com a Holanda, foi uma decepção ao ficar na segunda rodada, mesmo na nova contratação do Barcelona, ​​fazendo um grande torneio.

Acertar as surpresas do torneio é difícil, mas isso faz parte do esporte, os jogadores que mesmo se você as analisar, surgem surpresas.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eu Aceito a Política de Privacidade

Botão Voltar ao topo