CorinthiansFutebol Brasileiro
Destaque

Corinthians e Guarani: Não faltou raça, mas faltou a classificação

Corinthians e Guarani. Nunca foi fácil!’ Corintiano reconhece bem essa frase. Nesta última quarta-feira, 12, o Timão recebeu o Guarani, do Paraguai, e mais de quarenta mil torcedores em sua casa, para tentar garantir a classificação na Copa Libertadores da América.

A Arena foi tomada pela fiel torcida, que se mostrava esperançosa e torciam pela sonhada vaga, afinal cair novamente em uma pré-libertadores, não seria nada legal. No rosto de cada um, o sinal de confiança e o grito na garganta ‘Vamos, vamos Corinthians, está noite teremos que ganhar’ ou ‘É sangue no olho, é tapa na orelha, é o jogo da vida e o Corinthians não é brincadeira’.

O Corinthians precisava vencer por apenas dois gols de diferença e foi isso que aconteceu no primeiro tempo da partida. Com gols de Luan e Boselli, o Timão animou e trouxe ainda mais confiança ao público presente.

Corinthians
Corinthians/Brasil x Guarani/Paraguai – Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Aos 30 minutos, Pedrinho tentou dar uma bicicleta na meia lua, mas acabou acertando o adversário. O juiz, que foi muito criticado pela torcida por alguns lances polêmicos e a falta de cartão amarelo para o time do Paraguai, aplicou o segundo amarelo e o expulsou em seguida.

O terror estaria começando? Ou a confiança ainda permanecia? O que podíamos esperar do Corinthians, famoso por ser um time ‘retranqueiro’, jogar a etapa final com apenas dez em campo?

Tiago Nunes mostrou para que veio e, mesmo sem um jogador, não recuou em nenhum momento. Não faltou raça, e o Corinthians lutou, realizou diversas tabelas, chegou próximo do gol, teve até algumas bolas na trave, mas parecia que não era à noite para a redondinha entrar novamente nas redes.

Até que após uma falta, o goleirão Cássio falhou e o Guarani marcou o único gol que garantia a classificação do clube. Durante os minutos restantes, o Corinthians continuou a pressionar e Fagner, mostrou toda a sua raça nas divididas de bola e na tentativa de garantir a classificação, que infelizmente não veio.

Mesmo com a eliminação, o time saiu aplaudido de campo, por que jogou da maneira que a torcida gosta, com toda a raça, sem se entregar em nenhum minuto. Agora, é pensar no Paulistão e no clássico de sábado (15) contra um dos seus maiores rivais, o São Paulo Futebol Clube.

Corinthians enfrenta o rival após uma derrota e uma eliminação. O São Paulo vem de uma derrota e de muita pressão por parte de sua torcida, que se estende desde o ano passado, com muitas cobranças envolvendo a diretoria.

O que podemos esperar do Timão em 2020? O sonho de disputar mais uma Libertadores ficou para trás e mesmo se mostrando um time bem mais maduro e ofensivo, a zaga ainda não inspira muita confiança.

Há quem diga, que se perdero Majestoso, Nunes já balança! Há quem diga, que a eliminação foi culpa da diretoria… O que resta para a torcida e apenas acompanhar e jamais abandonar. Fiel Torcida é isso!

Tabatha Maia é jornalista e colabora para o portal Travelpedia 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo